Magnum S&W .44

Category:
weapon (ranged)
Description:

FETICHE NÍVEL 3

Magnum S&W .44
Dano: 3
Munição: 6
Habilidade do Fetiche: Explosão 9
Tipo de Espírito do Fetiche: Bufalo

Bio:

Meados de novembro de 1998, já havia algum que Ned estava atrás de uma antiga lenda, pesquisando e colhendo informações com Urathas mais velhos e mesmo com os anciões humanos do local. No último mês sua busca aparentemente estava terminando, e ele estava agora no Deserto do Mojave, ponto mais alto do Deserto da Califórnia, mas chegar ali não tinha sido nada fácil. Disseram que aqui foi o último lugar em que Buffalo Bill se apresentou com sua caravana, e que depois disso ninguém o viu ir embora do deserto.

Sheila: Ned! Espera… o que você está procurando? Estamos a dias andando por aqui, não tem absolutamente nada além de areia, nem um espírito sequer pra nos ajudar. Alias, se você falasse o que a gente está procurando eu poderia ajudar. – Resmungava Sheila enquanto ela e Ned dirigiam pelo deserto sem saber exatamente para onde seguir.

Ned: Logo nós chegaremos Sheila, pelo que me disseram existe uma antiga vila abandonada nessa parte do deserto onde ninguém pisa a décadas, é lá que temos que chegar.

Sheila: Certo, mas o que vamos procurar por lá?

Ned: Um revólver Sheila, o revólver de Buffalo Bil, já ouviu falar dele?

Sheila: Já, era um personagem de alguns filmes se bem me lembro.

Ned: Ele não era uma personagem Sheila, ele existiu, foi um aventureiro, e criou show sobre velho oeste. Ele andava pelo país apresentando seus shows, por isso seu nome ficou famoso, dizem que Buffalo Bill ganhou esse nome por matar mais de 5 mil búfalos em pouquíssimo tempo, sua mira era incrível.

Sheila: E porque ele matou tantos bufalos?

Ned: Dizem que ele trabalhava limpando as redondezas das estradas de ferro, matava os animais para impedir que entrasses nos trilhos, e claro, bem provável que fazia isso para fazer os índios passarem fome.

Ned: Mas como em toda história sempre falta um pouco de informação, e como nós, alias, como eu sempre me preocupei com histórias, afinal, se você não se esqueceu, eu sou um Cahalith, existem dezenas boatos sobre esse Buffalo Bill, mas o que nós Urathas acreditamos é que ele fez algum tipo de acordo com espíritos.

Apesar de ser um humano normal, Buffalo Bil havia tido contato com mais seres sobrenaturais que a maioria das pessoas teria na vida inteira, e fora exatamente isso que o ajudara a se tornar famoso. Em um desses contatos, Buffalo Bill aproveitou a oportunidade e conseguiu formar um acordo com alguns espíritos. Buffalo iria os ajuda a ficar mais fortes e vir para o mundo físico, enquanto os espíritos ajudariam Buffalo a se tornar famoso. A fim de fechar o acordo, Buffalo recebeu de presente 1 revólver Magnum S&W .44, cerca de 40 anos antes desse modelo ter sido criado, em pouquíssimo tempo Bill se tornou um dos mais famosos aventureiros dos EUA, uma das razões eram seus shows sobre o velho oeste, outra, sua incrível velocidade e mira com seu revólver.

Ned: Dizem que Bill morreu por volta de 1917, mas ninguém nunca o achou ou soube exatamente como, sabemos que ele chamou atenção de pessoas perigosas por causa do que andava fazendo.

Sheila: Você que achar a arma dele então, mas e se as pessoas que o mataram a tiverem pego.

Ned: Existe essa possibilidade, mas vou ter que arriscar, tenho a teoria de que Bill nunca foi encontrado, se assim for, sua arma ainda deve estar com ele… Veja Sheila, uma vila.

Ned e Sheila estavam entrando em uma vila muito antiga, coberta pelas areias do deserto e com todas as casas caindo aos pedaços, o calor nesse lugar era insuportável, e esse era um dos motivos pelo qual as pessoas abandonaram o lugar. Os dois Urathas desceram do carro e começaram a caminhar pela vila.

Ned: Procure por algo parecido com um daqueles antigos saloons Sheila, se Buffalo Bil morreu nesse lugar, com certeza foi dentro de um Saloon, o cara adorava beber.

Após alguns minutos andando Sheila apontou uma velha construção de pedra que outrora deveria ser de dois andares, mas agora não restava nada a não ser as paredes, os Urathas entraram bem devagar na construção coberta pela areia e começaram a procurar por qualquer coisa que dissesse que estavam no caminho certo. Após desenterrar algumas coisas que deveriam ter sido mesas e um grade balcão, Sheila encontrou em um do canto o que parecia um antiga escada, algo que ia para o subsolo da casa, para um tipo de porão.

Sheila: Ned, veja isso, um porão.

Ned: Acho que não é bem um porão, alguns saloons mantinham uma sala mais reservada para clientes especiais, do tipo que não se misturava com os bêbados normais dos bares. Buffalo provavelmente era esse tipo de cliente especial.

A escada era feito de pedra, mas a areia e o tempo já haviam-na gastado tanto que alguns degraus tinham quebrado, era necessário cuidado para descer, mas não era nada que impedisse alguém de continuar. Logo que terminaram de descer a escada os Urathas deram de frente com 4 esqueletos caídos próximo à parede, três deles haviam tomado um tiro na cabeça, enquanto o outro parecia ter sido alvejado em algum outro lugar que também causou sua morte, só que mais devagar. Ao olhar melhor Ned viu que o quarto homem avia levado um tiro no peito.
A parte de baixo da casa parecia um grande salão, com um velho balcão de madeira, mesas quase que totalmente deterioradas e garrafas espalhadas pelo chão.

Ned: Ali Sheila, veja.

No canto do Saloon estava o que restava de uma grande mesa de madeira, e encostado na parede sentado em uma cadeira de pedra estava outro esqueleto. Na mesa havia apenas um copo deitado, e o esqueleto tinha as costelas quebradas, provavelmente por causa de um tiro. Na mão direita desse quinto esqueleto havia apenas um grande revolver, uma Magnum .44, apoiado na esquelética perna do morto.

Ned: Minha teoria estava certa Sheila. Esse é Buffalo Bill, e aqui está sua arma.

Sheila: Como você sabe que é ele?

Ned: Bom, deduções, conta uma lenda espalhada por alguns espíritos que Buffalo Bill teria sido morto quando estava bebendo, que seu vicio teria o traído, dizem que quatro pistoleiros vieram atrás deles, de armas em punho, prontos para atirar no menor movimento de Bill. Acontece que Bill estava bebendo, o copo que carregava estava em sua mão direita, a mão que ele usava para atirar… Como Buffalo Bill não era de desperdiçar um bom Whisky ele virou rapidamente seu copo e o soltou para pegar a arma, antes que o copo caísse na mesa Buffalo já havia disparado 4 vezes, acertando seus caçadores, mas sua precisão foi traída, e o último tiro não matou o quarto pistoleiro imediatamente, que teve tempo de dar um único tiro que acertou em cheio Buffalo Bill.

Ned: Dizem que se Bill não tivesse virado o copo de Whisky ele não teria errado o último tiro, se é que podemos chamar um tiro no coração de erro. O fato é que Bill também foi atingido, e ele o seus caçadores morreram juntos. E cá estamos, exatamente no saloon onde tudo aconteceu quase 80 anos atrás

Ned foi até o corpo de Buffalo Bill, pegou o revolver e abriu o tambor de munições, quatro tiros haviam sido disparados, exatamente como contado na história. Ned levantou a arma, mirou na parede ao seu lado e apertou o gatilho… BOOM!… um fortíssimo estrondo, a arma parecia estar nova, como se o tempo todo em que ficou parada não tivesse significado nada. O espírito da arma continuava ali, forte e veloz como sempre foi.

Magnum S&W .44

Temperance Jones